A Livraria Mágica de Paris

 

 

 

resenha a livraria mágica de paris soul do mundo 2
“Ler é uma viagem sem fim. Uma viagem longa, até mesmo eterna, na qual nos tornamos mais brandos, mais carinhosos e mais humanos.” Pág.116

Título: A Livraria Mágica de Paris
Título Original: Das Lavendelzimmer
Autora: Nina George
Editora: Galera Record
Ano: 2016
Páginas: 308

Monsieur Perdu possui um barco ancorado às margens do rio Sena, em Paris, que ele próprio reformara, enchendo de livros e batizando-o carinhosamente de Farmácia Literária. O livreiro parisiense tem o dom de identificar qual o melhor livro para cada pessoa, como um remédio capaz de amenizar o sofrimento de suas almas.

“Queria tratar sensações que não são reconhecidas como doenças e que nunca são diagnosticadas por médicos. Todas aquelas pequenas emoções e todos os sentimentos pelos quais nenhum terapeuta se interessa, porque parecem pequenos demais e intangíveis. O sentimento que nos invade quando o verão chega ao fim. Ou quando percebemos que não temos mais uma vida inteira pela frente para encontrar nosso lugar no mundo. Ou a leve tristeza de quando uma amizade não se aprofunda e você percebe que a busca por um amigo de verdade não terminou. Ou a melancolia na manhã do aniversário. A saudade do ar da sua infância. Coisas assim.” (Pág. 26)

Ele nunca falhara com ninguém. Porém, havia uma única pessoa da qual não conseguia encontrar a cura. Ele próprio. Após uma desilusão amorosa que sofrera na juventude, Jean Perdu acabara se tornando um homem solitário e amargurado. Manon, sua amada, o abandonara há mais de duas décadas, deixando apenas uma carta, que devastado, jamais tivera coragem de abri-la. No entanto, sua nova vizinha, Catherine, encontra o antigo envelope e o convence enfim a ler. Completamente transtornado com seu conteúdo, Monsieur Perdu, com o objetivo de reparar os erros de seu passado, decide partir em seu barco-livraria pelas margens do Sena, na companhia de seus dois gatos, e um jovem escritor, Max Jordan, que atormentado por suas leitoras, enfrenta um bloqueio criativo e necessita desesperadamente de uma aventura.

” – Eu quero… procurar uma história – explicou Jordan, hesitante. – Porque dentro de mim… não tem mais nada. Não quero voltar pra casa até encontrá-la.” (Pág. 81)

Juntos, eles embarcam em uma jornada pelo coração de Provence, explorando os lugares, a gastronomia e a cultura francesa, enquanto questionam suas próprias existências.

resenha a livraria mágica de paris soul do mundo
Rota de viagem de Jean Perdu e Max Jordan

A Livraria Mágica de Paris me atraiu, inicialmente, por sua capa e título, mas me ganhou pela sinopse, ao alcançar rapidamente minhas expectativas logo nas primeiras páginas,  devido a conexão imediata que criei com o protagonista. É uma obra escrita com delicadeza, mas ao mesmo tempo intensa ao abordar as fragilidades do ser humano. Com personagens extremamente complexos, sua narrativa é em terceira pessoa ao trazer o ponto de vista de Jean Perdu, personagem principal e em primeira pessoa, enquanto temos acesso aos diários de viagem de Manon.

 Uma história sobre amor, amizade e perdas, envolvendo dramas amorosos, familiares e existenciais. É uma leitura melancólica, carregada de poesia e descrições que nos fazem querer largar tudo para nos aventurarmos de barco pela França.

A autora Nina George, nos faz refletir sobre como uma viagem pode ser transformadora na vida de alguém, independente de quem seja, ou qual seja sua idade. Nos instiga à respirar novos ares e conhecer novas pessoas, e como tudo isso pode ser uma inspiração em nossas vidas. Uma nova chance de existir e de nos redescobrir.  O ponto chave para mim, foi a forma como alguns personagens eram tocados através da leitura de livros, enquanto outros eram curados por meio de memórias escritas em cartas e rabiscos. Ou seja, colocar nossos sentimentos no papel têm também função terapêutica. E talvez essa tenha sido uma das principais razões para eu ter me identificado e me encantado tanto com a leitura.

Outro motivo  que gostaria de citar e que me fascinou, são as diversas referências literárias, recomendado sobretudo aos amantes de livros. Para mim, o livro foi inspirador, tocante e significativo. Indicado especialmente à aqueles que gostam de histórias nostálgicas, poéticas e carregadas de sentimentos em todas as páginas.

7 comments

Add Yours
  1. Geovana

    Eu amo encontrar esse tipo de resenhas que falam sobre os meus tipos de livro e Ainda são muito bem construídos!!! Amei esse livro na mesmo intensidade com a que amei este blog, você escreve super bem! Pode ter certeza que ira me ver mais vezes por aqui☺️😂 Beijosss

    Curtir

  2. Luana Souza

    Eu amo livros que se passam em meio a viagens e que trazem lições e autodescobertas. Nunca tinha ouvido falar desse livro, mas sou encantada por Paris e por livros, e este parece ser do tipo que eu iria gostar. A capa é um encanto!! *-* Já deixei o nome guardadinho na minha wishlist ❤ ah, eu amei a foto de capa do post.

    Curtir

  3. Ane Carol

    Esse livro já me chamou a atenção pela capa e título, aí leio que você o achou o livro inspirador, tocante e significativo já entrou na minha lista de quero ler!

    Curtir

  4. Gislaine

    Olha, eu já estava namorando esse livro há um bom tempo – tanto pela capa quanto pela sinopse que eu li por alto. Mas essa sua resenha… foi simplesmente incrível. Eu preciso dessa leitura para ontem, parece uma obra simplesmente imperdível! Amei o seu cantinho, viu?
    Literalize-se

    Curtir

  5. jadeafranco

    Às vezes eu brinco falando que meu gênero literário favorito são livros que falam sobre livros. Esses sim são os que mais me encantam, me apaixonam e tocam meu coração. Então, como não falar que esse livro me seduziu completamente e estou ansiosa pela oportunidade de lê-lo? rs

    Adorei a resenha.

    Beijos
    http://www.jadeamorim.com.br

    Curtir

  6. Erika Monteiro

    Oie, tudo bem? Gente que livro mais amorzinho. Desde que vi essa capa pela internet fiquei morrendo de vontade de ler. É a primeira resenha que leio e achei incrível como você descreveu a história. Imagino a vontade imensa de conhecer o mundo deve ter dado após a leitura. Ótima indicação. Beijos, Érika =^.^=

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s